sábado, 23 de janeiro de 2016

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Errantes

De que servem algumas palavras no crepúsculo
Se elas não abrandam teus suores

Imprecisas setas
De ababelados cupidos

Antes omiti-las

Vigiá-las nos alforjes
Até a madrugada, ao menos

15-01-2016

sábado, 9 de janeiro de 2016

Sã Insanidade

Senhores dos minérios
Burocratas

Dependentes
De metrôs e concreto

Vós esqueceis das fantasias

Do verde

Dos rios
Que dão vida aos  desertos

09-01-2016

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Cabo Branco

Dobram-se ao vento sul coqueiros e bambuzais
enquanto
a erosão marinha molda falésias

Alheias à paisagem
mulheres rendeiras batalham pelo pão

Recorro às palavras guardadas na memória
mas sua sala de máquinas apega-se à calmaria
como se acompanhasse o ritmo urbano de um domingo

Então
a maré, pouco a pouco, envolve barcos  preguiçosos

É quando o mar nos navega

04-01-2016

sábado, 2 de janeiro de 2016

Miniconto I

Ao avistar o lixo, ao longo de todo litoral brasileiro
Após as comemorações do ano novo

O piloto de uma nave alienígena comentou: "tsc, tsc, tsc..."

02-01-2016

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Aforismo XXXIII

Holanda

País
Onde fogos de artifício não são bem-vindos

Meu cachorro, que se chama Jack, e eu nos sentimos bem aqui

01-01-2016

Fotografia
No Jordan, em Amsterdam