sexta-feira, 30 de maio de 2014

Saudação

Pela saudade, já presente
Me envolvo em suas sonoras carícias

Pela alegria na despedida
Porque lágrima nem sempre é filha de tristeza

Entre um gole e um aperto no peito
Aliviado pelo meu suspiro
Eu disse ao blues que voltaria
Vem dele o ar que respiro

O blues  não dá garantias
Mas me acolhe com seus braços abertos
Ele me diz, e é recíproco:
"Eu te quero por perto"

30-05-2014

Fotografia, Red Light District, na mesma data em Amsterdam








sexta-feira, 23 de maio de 2014

domingo, 18 de maio de 2014

Dos brilhos

Tulipas assemelham-se  àquela gente
Que, pouco tempo, vive

Mas brilha
Intensamente

18-05-2014

Fotografia, maio de 2014
Jardim do Rijksmuseum,  em Amsterdam



sexta-feira, 16 de maio de 2014

O bar e a espera

Há sempre um bar
Na espera de um poema

Há sempre um poema
Na espera de um bar

15-05-2014

Fotografia, na mesma data, na Friedrichstrasse em Berlin



segunda-feira, 5 de maio de 2014

Acho que era poesia...

Quando a cigana leu a palma de minha mão
Eu não quis saber do que se tratava

..............só percebi que ela sorria

05-05-2014