sábado, 31 de dezembro de 2011

Pombo-correio

Se você encontrar alguém que tem as mesmas afinidades que você, eu desejo que ambos se completem na mesma história. Quando ela acabar, espero que o enredo entre vocês tenha valido a pena.

31-12-2011

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Teoria e prática

Todo poeta quer ser grande!.....?
Mas
Nenhum quer levar a carga por ser um grande poeta

20-12-2011

Trenzinho

............arEuescrevoPrameperderReescrevoPrameencontrarEuescrevoPrameencontarReescrevoPrameperderEuescrevoPrame.............

20-12-2011

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Sinos de prata

O meu verso calçou botas
Vestiu-se de vermelho e branco
Foi pra rua secar os prantos
É tudo isso o que lhe importa

19-12-2011

domingo, 18 de dezembro de 2011

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Das críticas e autocríticas

Quem pensa que o(a) poeta tem resposta pra tudo, deveria procurar o(a) analista
Se o(a) analista pensa que tem todas as respostas, deveria procurar o(a) poeta

Se a pessoa é (ao mesmo tempo) analista e poeta, que seja por alguém perdoado...

09-12-2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Ditame

De três em três horas, um lanchinho e hidratante no...

07-12-2012

Nocaute

Frente à porta do elevador, vai ao solo o inoxidável Eterna Matic
Vidro traseiro para um lado..........Caixa, (pernas amortecedores),
......................................................Máquina para o outro

Não sei, se a eternidade tem remendo
Porém, como é frágil seu conceito!

07-12-2011

Corujamanhecida

Se a gente é o que sente
Não programei o meu ser

Tem horas que sou caçador, bicho acuado
Igual a você, alma carente

Tem horas que sou versos
Peixe livre ou anzol

Ao amanhecer, sou ave de rapina
Ando à cata de óculos de sol

07-12-2012

domingo, 4 de dezembro de 2011

Encontro com Hubert Sumlin

Toda vez que um músico de blues parte, ele leva um pedaço de mim
Eu me ofereço "inteiro" como companhia, mas sempre escuto:

"Sem pressa, a encruzilhada não vai sair de lá"

04-12-2012

Mestre

Quem sou eu pra querer entender o amor
Varrer a rua com seus olhos
Escutar com seus ouvidos

O amor de quem vive no cerne do afeto

Ele é mestre, sem ser exato
Como dominar quem tem as chaves do peito
Decifra os enigmas do abstrato...

04-12-2012

sábado, 3 de dezembro de 2011

(Feliz) Cidade

Café no ninho, sol, céu azul........caminhada
Você..........................um verso passarinho
E mais nada

03-12-2012

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Tormenta

Quero fugir do mofado armazém
Descarto cinema, sem freios viaja o trem

Me leva pro mar, quero encontrar o acaso
Passa da hora
Vamos agarrar nossa vez

Meu corpo é teu cais, me desmancha o vestido
Nas ondas, que norte que rondas
O amor tem seguido?

Aborda meu barco, invade minha cama
Reclama do sábado
Me fere de vida, me bebe de assalto

02-12-2011