terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Versos alados

I

Como os seus, meus versos
vibram com jogadas diamantes

São servos
do verde da natureza

das tramas humanas, um retrato
do mal, ou do bem

II

Meus versos, como os seus
buscam as goleiras como  saída

São dados

Lançados
no jogo da vida


III

Mesmo após o apito  final
aos momentos bons
brindaremos

Inclusive
aos que se perderem pela linha de fundo


IV

Como os seus, meus versos
buscam o descanso nas redes

São folhas ao vento no outono

Neste
ou em qualquer outro mundo

13-12-2016

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Desejos inaudíveis

Brotam sílabas

Que fazem
todo sentido

Despudoradamente

Por detrás
Dos teus ouvidos

09-12-2016

Fotografia, dezembro de 2016



quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Miniconto futurista

Sim, eu aposto na Lotofácil.
Uma vez por semana, no mínimo, sou ressarcido do valor do bilhete. Quer dizer, de quatro a oito reais, dependendo do número de acertos ( onze ou doze dezenas).

Virá o tempo, em que a Receita Federal irá me questionar, desejando saber de onde está vindo esta
"fortuna".

Eu perguntarei ao fiscal, se para os parlamentares do meu país, o procedimento será o mesmo.
Ou seja, no que diz respeito ao confronto entre rendimentos e patrimônio.

Ele responderá que este assunto é com outro departamento.

01-12-2016

Conversa entre ruas

Quase calado


Espreguiça-se o silêncio
No sábado

01-12-2016