segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Passo e meio

Quero alcançar as copas das árvores
Além delas
Mesclar-me aos distintos tons dos arrebóis

Quero sentir a chuva na face
Subir a cortina para a dança das estações

Quero mais
Adiante de onde mora o desconhecido
Para lá dirige-se  meu flanar

24-02-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário