terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Em ondas

Pra valer, mesmo
Só temos uma chance

Então, se você olhar nos olhos do mar
Saiba que viemos dele

Nade, durante sua existência

Nade além dos oceanos
Braçadas e mais braçadas de imaginação

Quando cansada
Entregue-se às correntes
Àquelas que fazem troça dos ponteiros dos relógios

Mar pode ser lençol
Pode ser travesseiro


09-12-2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário