sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Os loucos

O mundo
Como posto está
Não nos interessa

Vocês o inventaram
Com suas gasolinas
Seus ranços de naftalina

Navegamos em canoas
Nos espelhamos nos índios
Os legítimos donos da terra

À noite, em vez de poluir pelas chaminés
Seguimos  estrelas
Porque somos pirados

Não é preciso ser normal
Pra saber
Que isso daí
Esse (des)troço, não deu certo

Vocês competem pelo poder
Justificam as guerras

Nós, apenas, flanamos

24-10-2014




Nenhum comentário:

Postar um comentário