domingo, 27 de julho de 2014

Oculto

Quase nada
Tenho indagado do amor
À espreita, ele circula

Amor sabe a hora
De reabastecer-nos
De não escutar seu nome,  em vão

27-07-2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário