terça-feira, 31 de dezembro de 2013

A poesia

Resolveu espairecer

Não sabe se é nuvem
Algodão

Abelha ou jasmim

Pena na carência de versos

Etílico jazz
Rock, blues...

Retorna sem anunciar-se
Talvez em avalanche

Transforma-se em vento, areia
Agasalho, mar...

Em azêmola na lua cheia
Num nome próprio, quem sabe

Depois de você
Espero você

31-12-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário