sexta-feira, 17 de maio de 2013

Incurabile

O penúltimo poema é um ciumento que não tem cura

17-05-2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário