domingo, 22 de junho de 2008

Quase uma graça

Nas manhãs frias
Não deveriam faltar cobertores

Ressurgir
Somente depois do café

Amar nas Tambabas da tarde
Morrer ou viver nas noites da Lapa

Morder o sonho e lamber o recheio

Assim
Deveriam decorrer os bons dias

22-06-2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário